Pincéis para Tinta a Óleo

pinceis para tinta a óleo

Assim como a qualidade da tinta tem um efeito enorme no seu trabalho artístico, também os pincéis a escolher marcarão uma verdadeira diferença no processo de pintura.

Os diferentes pincéis oferecem qualidades específicas mais adequadas aos vários meios e aplicações. A seleção do pincel adequado constitui um grande passo para ajudar o artista a explorar uma técnica particular com sucesso.

Os pincéis de qualidade podem fazer uma diferença extraordinária, garantindo que o pintor seja capaz de tirar o maior partido das propriedades de trabalho da tinta.

PINCÉIS DE CERDA NATURAL

Devido à natureza mais espessa da tinta e à aspereza da tela, os pincéis de cerda natural são ideais para os óleos. A cerda de qualidade superior é uniforme em flexibilidade e as extremidades têm tendência a abrir, ou a separarem-se. As pontas abertas são desejáveis porque permitem que as cores espessas sejam deslocadas ao longo da superfície com uma maior consistência e controle.

Os melhores pincéis de cerda natural foram agrupados para obter o maior partido do ligeiro encurvamento das cerdas, aconcavando de modo a que elas se curvem para dentro e se interliguem naturalmente. As cerdas interligadas garantem que o pincel mantém a sua forma, e providenciam um controle bastante superior ao dos pincéis de cerda de qualidade inferior. As cerdas aceitam bem o solvente, mas têm tendência a amaciar e a perder o vigor se mergulhadas em água.

Exemplos de pincéis de cerda natural de porco são:

Cada pincel tem uma virola revestida a níquel e um cabo longo. Os pincéis são elaborados de modo a garantir que as cerdas se interliguem naturalmente.

PINCÉIS DE PÊLO MACIO NATURAL

À medida que a tinta é diluída numa consistência fluida, torna-se necessário utilizar um pincel mais macio. Para velaturas ou para trabalhar pormenores, é preferível utilizar pincéis macios de pêlo de marta ou similares de outras procedências.

Aplicações suaves

Para evitar um desgaste excessivo, as tintas podem ser misturadas na paleta com pincéis de cerda ou com uma espátula, e os pincéis mais macios, utilizados para pintar.

Os pincéis são feitos manualmente pelos fabricantes especializados.

Oferecem uma excelente capacidade de entintagem e de carga de cor. Os pincéis (de cabo comprido) são perfeitos para trabalhos de pormenor e para velaturas quando se trabalha com óleo diluído, alquídicos ou tintas a óleo miscíveis com água.

PINCÉIS DE PÊLO SINTÉTICO

Nas últimas décadas verificaram-se progressos notáveis na fabricação de pincéis de filamentos sintéticos. Muitos sintéticos proporcionam um desempenho igual e, em alguns casos, mesmo superior aos pincéis cerda e pêlo natural.

Existem sintéticos adequados a tintas de corpo pesado assim como a tintas diluídas, fluidas, por exemplo: a água, particularmente durante sessões de pintura prolongadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *