Uma Breve História sobre o Acrílico

Primórdios da Tinta Acrílica

Não mais de sessenta anos nos separam da maior evolução entre os materiais de pintura.
Em comparação com a tinta a óleo e a aquarela que atravessaram séculos, as técnicas acrílicas tem um passado recente.

Mesmo assim os artistas adotaram os procedimentos de um veículo extremamente valioso, eficiente e com todos os implementos para uma pintura vibrante e decisiva.

Tinta Acrílica Pebeo StudioForam os muralistas mexicanos os primeiros a testarem o material e logo em seguida trouxeram a Nova York palestras e discussões atraindo os artistas americanos para oficinas de testes e avaliação.

Havia, sim, adaptações à época pois a tinta acrílica, patenteada na origem de sua resina era utilizada para fins imobiliários e industriais.

Os primeiros acrílicos não eram dispersos em água e sim em solventes.

Na década de quarenta o governo americano sustentou pequenos fabricantes de material artístico; esses fabricantes conseguiram que o detentor da patente da resina elaborassem uma dispersão aquosa que deu origem a atual tinta acrílica de hoje. Mesmo assim as primeiras fabricações da tinta acrílica profissional só eram solúveis em “white spirit”.

Aquarela, Óleo e Acrílico

Em comparação ao óleo e a aquarela a pintura acrílica é um meio relativamente moderno para a expressão plástica.
O percurso da pintura a óleo se estende muito tempo na história ocidental e a aquarela tem suas raízes na Renascença, enquanto acrílico só surgiu ao longo do século passado.

Tal como acontece com aquarela e o óleo, o acrílico oferece seu próprio conjunto específico de características e atributos, mais notavelmente sua versatilidade, rapidez e durabilidade.

Muitos artistas são atraídos para pintura acrílica: pelas suas cores brilhantes e pinceladas enérgicas, contornos nítidos, bem como para a capacidade da tinta ser usada em uma variedade de superfícies e mesclada a variedade de outros materiais.

Em suma a pintura acrílica oferece ao artista uma ampla gama de técnicas, proporcionando uma riqueza e potencial criativo para a inovação artística e novas ideias.

A descoberta das resinas acrílicas

O acrílico começou a ser sintetizado em meados do século 19, mas foi o químico alemão, Otto Röhm que realmente trouxe o potencial prático destes materiais à luz.

Em 1901, Röhm publicou sua dissertação sobre os produtos de polimerização de ácido acrílico.

Em 1915, Röhm garantiu uma patente alemã para o éster poliacrílico como aglutinante de tinta para uso variado… Nesses primeiros anos, resinas acrílicas foram destinados principalmente para uso industrial.

O início do acrílico como meio artístico

A experimentação precoce com tinta acrílica em contextos artísticos começou na primeira metade do século 20.
Nos anos 1920 e 1930, muralistas mexicanos começaram a experimentar estes meios sintéticos.

Já em 1936, o mexicano muralista social- realista David Alfaro Siqueiros organizou um workshop em Nova York para experimentar as últimas resinas sintéticas e métodos de aplicação.

Um participante notável foi Jackson Pollock, que passou a usar tintas sintéticas para o seu trabalho.

Ao final de 1940 foi lançada a versão inicial de tintas acrílicas vendidas sob o nome de Magna, que eram, na verdade, tintas à base de solvente mineral ao invés de água.

Muitos artistas bem conhecidos da época experimentaram este novo meio de pintura, incluindo Mark Rothko, Kenneth Noland, Barrett Newman, e Roy Lichtenstein.

Na década de 1950, Röhm e seu parceiro de negócios Otto Haas lançaram a primeira emulsão acrílica projetada especificamente para a pintura, que se tornou a pedra angular para dispersões acrílicas dos artistas contemporâneos.

Por volta de 1955, os primeiros acrílicos para artistas foram colocados no mercado, agora na forma de dispersão aquosa.

A tinta acrílica, à época, marcou a pintura americana

A tinta acrílica dominou a cena artística em um momento em que os artistas estavam começando a explorar os movimentos e as formas como a cultura pop, foto realismo e a pop art .
Os acrílicos forneciam um meio ideal para estas formas de arte, que buscavam imagens planas e uso definidos nas linhas.

Artistas americanos, como Andy Warhol, Robert Motherwell, Larry Poons, e Helen Frankenthaler, e artistas ingleses como Bridget Riley e David Hockney foram atraídos para o media acrílica por estas mesmas razões, bem como pela flexibilidade proporcionada por essas tintas.

O acrílico pode ser adicionado em diferentes texturas e consistências: pode ser alterado (por mistura de areia, água, ou outros elementos para a pintura), cores, pode ser transparente ou opaco, e seca rapidamente.

Em essência, a chegada de pintura acrílica abriu uma nova onda de criatividade e possibilidades no mundo da arte moderna, que até hoje ainda é uma forte influência nas formas e tendências artísticas.

Embora tardasse para chegar a pintura acrílica teve uma influência marcante no desenvolvimento dos movimentos de arte do século 20 . A flexibilidade e versatilidade que oferece ao artista desbloqueia ideias criativas ilimitadas que ainda estão sendo exploradas hoje.

Desenvolvida na década de 1940, tinta acrílica tem apenas uma breve história em comparação com outros meios de comunicação de artes visuais, como aquarela e óleo.

A tinta acrílica à base de polímero entrou no mercado como pintura imobiliária, mas seus muitos benefícios chamou a atenção dos pintores.

Na década de 1950, os artistas começaram a usar acrílico de secagem rápida para evitar o tempo de secagem considerável de tinta a óleo.

Estes artistas descobriram que a tinta sintética era muito versátil e possuía um grande potencial. Conforme o tempo passava, os fabricantes melhoraram métodos formulando tintas acrílicas artísticas com pigmentos maisapropriados. Embora tenha se provado versátil em empreendimentos artísticos,o acrílico como aglutinante ainda está em sua infância

Para muitos artistas contemporâneos, o acrílico tornou-se o veículo perfeito para seu trabalho. Oferecendo uma gama de possibilidades,o acrílico pode produzir tanto os efeitos suaves de tinta aquarela e efeitos de tinta a óleo em camadas. Além disso, o acrílico também pode ser utilizado em trabalhos muito variados, tais como a colagem: a sua versatilidade presta-se a experimentação e inovação.

Porem o acrílico tem algumas limitações. Sua plasticidade de secagem rápida desestimula técnicas de mistura de” molhado sobre molhado”, por isso a criação delimita o uso para os artistas. Ainda assim, aqueles que abraçaram acrílico em seu trabalho criaram novas abordagens que refletem tudo o que este meio pode oferecer.

O artista pop Andy Warhol explorou a gama de acrílico de efeitos. Sua famosa “Campbell Soup Can” demonstra o forte uso possível com acrílico, enquanto a estranha “Little Electric Chair”mostra outra forma de utilizar a pintura.

Outras obras de artistas também demonstram as possibilidades do acrílico. Em de David Hockney “Três cadeiras com uma seção de um Picasso Mural,” os acrílicos proporcionam a leveza da aquarela, enquanto em “Montanhas Rochosas e índios cansados”, criam uma nitidez semelhante ao das tintas a óleo. Isso não quer dizer que as obras de acrílico deve ser vistas apenas em termos de outros meios de pintura. O acrílico é o seu próprio meio com suas próprias possibilidades.

Robert Motherwell utiliza o acrílico com lápis e carvão vegetal para alcançar efeitos impressionantes, e o artista contemporâneo Bridget Riley também aproveita a sua capacidade de utilizar facilmente em suportes, tais como madeira, lona, papel e linho.

A série de acrílicos, em tela e papel de Mark Rothko, demonstra a sua capacidade de aumentar os  elementos formais, como tom, profundidade, cor e escala. Suas pinturas permitem ao público a se aproximar da média em seus próprios termos.

O futuro do acrílico como um meio continua a se desdobrar a cada novo trabalho pelas hábeis mãos de artistas. Talvez o seu potencial e possibilidades ainda não foram desenvolvidos totalmente. No entanto, é evidente que o acrílico é um meio importante, o que demonstra a potência contínua e a evolução da arte visual.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *