Estudo do Comportamento dos Pigmentos

comportamento dos pigmentos artisticos

Os Pigmentos Artísticos possuem alguns comportamento importantes a saber quanto à Resistência à Luz, Compatibilidade com os Aglutinantes, Misturas, Segurança na Manipulação, Opacidade e Transparência.

Resistência à Luz

Toda obra artística é criada com a intenção de sua permanência através o tempo; assim todos os elementos que intervem em sua execução (os aglutinantes, os pigmentos e os suportes) devem ser rigorosamente escolhidos.

Os pigmentos são os portadores da informação de cor e devem, por princípio, manter perante a ação da luz sua integridade absoluta durante todo o tempo. Os pigmentos com a finalidade artística tem um pressuposto de total exposição por cem anos em condições museológicas.

É na fase inicial dos fabricantes/provedores de pigmentos que se estabelece o nível de resistência à luz. Existem pigmentos que são extremamente resistentes pela sua própria natureza; outros dependem da quantidade de intervenções, reações físicas e químicas de alta potência o que onera seu custo.

Na relação dos inúmeros pigmentos para os artistas há uma divisão por categorias em termos de resistência à luz: Totalmente resistentes, resistentes e moderadamente resistentes. A escolha do artista sempre privilegia os mais resistentes.

Compatibilidade dos Pigmentos com os Aglutinantes

Os variados aglutinantes que recebem os pigmentos tem características químicas diversas; a condição básica é que o pigmento mantenha a integridade da mistura não provocando alterações e reações a não ser as previsíveis e em casos especiais como dos óleos secativos.

Em uma preparação que resulte em tinta a óleo o pigmento intervém na obtenção do oxigênio e retarda ou acelera a camada de pintura.

Compatibilidade nas Misturas dos Pigmentos Artísticos

A mistura entre dois ou mais pigmentos não deve ocasionar reação entre os mesmos. Enquanto se utilizava o branco de chumbo (hoje excluído das paletas) sua mistura com os cádmios provocava alteração na cor. Os pigmentos artísticos hoje disponíveis são seguros para mistura entre suas cores.

Segurança na Manipulação

Os pigmentos tóxicos há tempos foram excluídos da paleta do artista: os derivados de chumbo, os arseniatos, os mercúrios entre outros estão indisponíveis.

Mesmo assim o artista deve tomar precauções quando utilizar o pigmento em pó: a inalação deve ser evitada e o contacto com a pele também. Uma vez aglutinado com seu veículo (óleo, resinas acrílicas, gomas e outros) a tinta resultante utilizada com bom senso não porta riscos à saúde.

Opacidade e Transparência

Dependendo de sua origem e estrutura os pigmentos produzem na tinta filmes opacos, semi transparentes e transparentes.

Assim, como exemplo, um pigmento inorgânico como o vermelho de cádmio resulta em uma película opaca. Já um pigmento orgânico pode ser transparente ou semi transparente.

Conheça mais sobre os Pigmentos Artísticos Cromacolor assistindo vídeos explicativos e práticos de como trabalhar com os pigmentos artísticos.

Pigmentos Artísticos YouTube

Compre no Fruto de Arte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *